Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bolsas | Ensino Superior - Portugal

Blogue desenvolvido e coordenado, a titulo voluntário e gratuito, por um Técnico Superior de Educação/Ação Social Escolar.

Bolsas | Ensino Superior - Portugal

Blogue desenvolvido e coordenado, a titulo voluntário e gratuito, por um Técnico Superior de Educação/Ação Social Escolar.

APONTAMENTOS: O Ensino Superior Português em Números (BOLSASup.com, José Pereira)

Sabiam que, em 2016, integravam o sistema de ensino superior português 35 instituições públicas e 85 estabelecimentos privados?

Estas instituições e estabelecimentos tinham 4.667 cursos registados, os quais eram frequentados por 346.347 estudantes (2015/2016), sendo que, destes, 92.109 apresentaram candidatura a bolsas de estudo (2016/2017),  tendo a bolsa média anual atingido os 1.827€ (2016/2017), isto com a propina pública congelada nos 1.063,47€ anuais. 

No que respeita ao número de candidatos a bolsa de estudo (outubro do ano de 2017/2018), constatamos que 82.414 estudantes do ensino superior público haviam submetido o requerimento de bolsa, sendo 11.639 o número de estudantes do ensino superior privado a submeter o requerimento, o que perfaz um total de 94.053 estudantes a concorrer a bolsa de estudo no ano letivo de 2017/2018 (Público + Privado):

MAPA Estatistico Bolsas de Estudo_Novembro de 2017_Ponto de situação por SAS_IES.xlsx

MAPA Estatistico Bolsas de Estudo_Novembro de 2017_Indeferimentos por IES.xlsx

MAPA Estatistico Bolsas de Estudo_Novembro de 2017_Síntese por instituição de ensino superior.xlsx

No ensino superior público, o valor da propina é fixado em função da natureza dos cursos e da sua qualidade, com um valor mínimo correspondente a 1,3 do salário mínimo nacional em vigor e um valor máximo calculado a partir da aplicação do índice de preços no consumidor do Instituto Nacional de Estatística. Este valor, se não tivesse sido congelado, teria atingido, no ano letivo de 2017-2018, o valor máximo é de 1.068,47€.

Já no que respeita aos encargos no ensino superior privado, segundo o estudo coordenado pela investigadora e pró-reitora da Universidade de Lisboa, Luísa Cerdeira, ("O Custo dos Estudantes no Ensino Superior Português")", concluiu-se que os custos de educação dos alunos do ensino superior privado rondam os 4349 euros anuais, constatando-se que ao multiplicar este valor pelo número de alunos registados pelo Ministério em 2011 (88 290 inscritos), chega-se ao valor aproximado do que encaixam as entidades privadas, que rondará os 383 milhões de euros, sendo os custos com um curso no ensino privado 3,5 vezes superior ao pago pelos alunos no público, onde a média rondava os 1241 euros. 

 
Sabemos ainda que havia 7.449 empresas com estágios CTeSP, em 2016 e que  haviam sido reconhecidos 1.152 graus estrangeiros, também em 2016.
2 novembro 2017
Saiba quais os cursos superiores registados nas áreas ligadas à prevenção e combate de incêndios florestais, bem como em áreas afins.